magnify
Home Fatos & Fotos Fernando Madeu Campeão do Torneio Interno de Inverno de 2014!
formats

Fernando Madeu Campeão do Torneio Interno de Inverno de 2014!

Leia o Regulamento do torneio.
Leia o Relatório do torneio para a FEXERJ.
Todos os detalhes do torneio no Chess Results.

Com escore perfeito, 5 pontos em 5 partidas, e rating performance de Grande Mestre, 2528 pontos, Fernando Madeu sagrou-se Campeão do Torneio Interno de Inverno de 2014 na ALEX.

Ao centro, o Campeão Fernando Madeu mostrando o prêmio obtido, ladeado, à direita, pelo vice Antônio de Paula e, à esquerda, por Juarez Lima, classificado em terceiro lugar. Atrás, os papagaios de pirata Carlos Rolim e Marcos Diaz.

Ao centro, o Campeão Fernando Madeu mostrando o livro prêmio conquistado, ladeado, à direita, pelo vice Antônio de Paula e, à esquerda, por Juarez Lima, classificado em terceiro lugar. Atrás do Cmte Carlos Rolim vê-se o papagaio de pirata Marcos Diaz.

Em segundo lugar ficou Antônio Pádua, com 4 pontos e em terceiro ficaram Juarez Lima, Sérgio Murilo e David Rabelo, todos com 3 pontos, tendo Juarez Lima vencido pelos critérios de desempate.

Segredos dos finais de peõesPrêmio

Madeu recebeu como prêmio o livro Segredos dos Finais de Peão de Karsten Muller e Frank Lamprecht

O trabalho moderno, definitivo, sobre finais de peão, pelos mesmos autores do premiado Fundamental Chess Endings. Este livro fornece um curso completo de finais apenas com reis e peões, dos simples aos altamente complexos. Armado com esse conhecimento, o leitor também conseguirá lidar com outros tipos de finais de jogos com maior confiança e certeza. Muitas posições bonitas e interessantes estão incluídas, e há posições-teste para o leitor resolver. Os autores seguem as convenções rigorosamente lógicas introduzidas por John Nunn em sua famosa série de manuais de finais de jogo. Isso necessitou de uma enorme quantidade de novas análises de posições teóricas para avaliar com precisão os méritos de todo e qualquer novo movimento. – um guia abrangente e especializado em final de jogo – inclui posições intrigantes para testar o entendimento do leitor – faz uso de softwares especificamente direcionados para finais de peão – logicamente organizado, de fácil utilização.

Resultados

Os resultados da quinta e última rodada foram os seguintes:

Mesa Nome Pts Resultados Pts Nome
1 4 Fernando Madeu 4 1  –  0 3 Sérgio Murilo 3
2 1 Álvaro Frota 0  –  1 3 Antônio Pádua 5
3 2 Juarez Lima 2 1  –  0 Frederico Argolo 8
4 12 Marcos Diaz 2 0  –  1 2 David Rabello 7
5 9 Roberto Almeida 2 1  –  0 2 Otoniel Ferreira 16
6 11 Diógenes Labre 1 0  –  1 Carlos Rolim 6
7 13 Irahy Ribeiro 0 1  –  0 1 Luiz Sérgio Tiomno 14

 

Como Marcela Dias e Jadson Paulino informaram previamente a organização de que não poderiam comparecer à rodada final, o emparceiramento foi refeito. Ambos ficaram como não emparceirados e seus adversários, Diógenes Labre e Carlos Rolim jogaram entre si, inclusive mantendo as cores.

Antes da última rodada iniciar, a foto com todos os participantes presentes! (Marcela Dias e Jadson Paulino não puderam participar da quinta rodada, por motivos pessoais)

Antes da última rodada se iniciar, a foto com todos os participantes presentes! (Marcela Dias e Jadson Paulino não puderam participar da quinta rodada, por motivos pessoais)

Tabela de Classificação

Os demais enxadristas participantes classificaram-se de acordo com a tabela abaixo:

Nome FED Clube Pts. CD BM BT NV SB Rating Performance
1 4 Fernando Madeu BRA TTC 5,0 0,0 12,0 14,0 5 14,00 1946 2528
2 5 Antônio Pádua BRA ALEX 4,0 0,0 11,5 12,5 4 7,50 1934 2102
3 2 Juarez Lima BRA CMUN 3,0 0,0 12,0 13,5 3 7,00 1998 1925
4 3 Sérgio Murilo BRA CRVG 3,0 0,0 11,0 12,0 3 6,00 1991 1817
7 David Rabello BRA HSCER 3,0 0,0 11,0 12,0 3 6,00 1818 1902
6 9 Roberto Almeida BRA NXN 3,0 0,0 9,5 11,0 3 6,00 1749 1646
7 1 Álvaro Frota BRA ALEX 2,5 1,5 14,5 17,0 2 6,75 2015 1905
8 8 Frederico Argolo BRA ALEX 2,5 1,5 10,0 12,0 2 5,75 1758 1843
9 6 Carlos Rolim BRA AABB-RJ 2,5 -1,0 8,0 9,0 2 3,00 1891 1747
10 12 Marcos Diaz BRA ALEX 2,0 0,0 13,5 15,0 2 4,50 1698 1712
11 16 Otoniel Ferreira BRA 2,0 0,0 12,5 13,5 2 2,50 0 1765
12 15 Marcela Dias BRA ALEX 1,5 0,0 11,0 13,5 1 3,75 1614 1760
13 11 Diógenes Labre BRA ALEX 1,0 0,0 12,5 15,0 1 3,00 1713 1487
14 14 Luiz Sérgio Tiomno BRA AABB-RJ 1,0 0,0 11,0 12,5 1 1,50 1636 1601
15 10 Jadson Paulino BRA 1,0 0,0 9,5 10,5 1 1,50 1741 1565
16 13 Irahy Ribeiro BRA CMUN 1,0 0,0 9,0 10,0 1 1,00 1650 1326

 

Critérios de desempate:

CD = Confronto direto. Se dois enxadristas estão empatados na classificação, o confronto direto é o resultado da partida entre eles, se esta tiver ocorrido. No caso de mais de dois enxadristas estarem empatados, esse critério de desempate só vale se todos jogaram contra todos, sendo igual ao número de pontos que cada um somou no caso disso ter acontecido.

BM = Buchholz com corte do pior resultado: É a soma dos pontos dos adversários do enxadrista no torneio, com exceção daquele que obteve o pior resultado. Representa a oposição que o enxadrista teve que enfrentar e o corte do pior resultado visa eliminar elementos fortuitos tais como, por exemplo, o enxadrista ter enfrentado alguém que posteriormente abandonou o torneio.

BT = Buchholz total:  É a soma dos pontos dos adversários do enxadrista no torneio. Representa a oposição que o enxadrista teve que enfrentar.

V = Número de vitórias;

SB = Sonneborn-Berger: É a soma dos pontos dos adversários que o enxadrista venceu mais metade dos pontos dos adversários com os quais empatou, não sendo computado os pontos daqueles para os quais ele perdeu.

Rating performance. Não é um critério de desempate. É o rating que o enxadrista deveria ter para não ganhar nem perder rating no torneio. Se o rating performance do enxadrista é maior que seu rating, ele ganhará pontos de rating e o ganho será tão maior quanto maior for a diferença entre seu rating performance e seu rating. A recíproca é verdadeira, de forma que o rating performance é uma medida de quão bem ou quão mal o enxadrista foi no torneio, em relação ao que seria de se esperar de seu rating.

É de se notar que o rating performance de Fernando Madeu, de 2528 pontos, indica que o Campeão jogou o Torneio Interno de Inverno com a força de um Grande Mestre!

 

Irahy Ribeiro, enxadrista estreante nos torneios internos da ALEX.

O decano Irahy Ribeiro

Finalmente, ao final da cerimônia de entrega do prêmio, o decano da prova e estreante nos torneios internos da ALEX, Irahy Ribeiro, foi sorteado com um Chaveiro do Clube, o qual lhe será entrega da próxima vez que nos brindar com sua presença.

O relatório final do torneio entregue à FEXERJ para o computo das variações de rating e pontos da Taça Eficiência pode ser lido aqui.

 

5 Respostas

  1. Alvaro Frota

    Aproveite a presença e deixe sua opinião sobre o torneio!

  2. Alexandre

    Parabéns aos participantes! E principalmente a ALEX, por promover a arte de Caissa. Um abraço especial ao amigo Otoniel.