magnify
Home Fatos & Fotos WIM Larissa Ichimura Campeã do Toc Feminino
formats

WIM Larissa Ichimura Campeã do Toc Feminino

Temperatura amena, silêncio nos arredores, horário conveniente. Sim, foi em uma agradável tarde de domingo que a ALEX deu início ao seu mais novo projeto: incentivar o xadrez feminino por meio de um circuito específico! Mais do que um torneio, o ToC Feminino de 19 de março foi um primeiro passo que deixa de herança o embrião de um núcleo de pessoas dispostas a enfrentar esse desafio.

Sob o comando de Fernando Madeu (listras azuais), todos já estão convocados para o II ToC!

 

O torneio, que contou com uma WIM e duas ex-campeãs do Rio de Janeiro, não conseguiu atrair iniciantes, concentrando-se portanto nas mais competitivas jogadoras do Estado (Volta Redonda, Petrópolis, Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Rio tiveram representantes). As cinco rodadas foram muito disputadas e equilibradas, havendo dois participantes com 4 pontos e quatro com 3. Nos critérios de desempate a WIM Larissa Ichimura sagrou-se a grande campeã da tarde (superando o convidado Marcos Diaz), jogando com muita firmeza e segurança todas as suas cinco partidas (sempre na Mesa 1).

Larissa foi a grande campeã

 

Virgínia Lagrange foi a vice-campeã feminina (e a terceira colocada no cômputo geral). Sua partida contra Ichimura foi das mais interessantes, pois somente com muita agressividade e perícia foi possível superar o jogo extremamente sólido da campeã. A disputa teve ares de “final antecipada”, pois ocorreu na quarta rodada e fez com que ambas partissem para o último round empatadas em 3 pontos.

Virgínia (de costas) enfrenta a WIM Ichimura

 

Grasielle Menezes, forte enxadrista de Petrópolis, garantiu o terceiro lugar com seus 3 pontos. O Buchholz a desfavoreceu contra Virgínia mas a beneficiou contra Jéssica Hubner, em uma apertadíssima definição do pódio. Parabéns para as três!

Grasielle (de rosa) foi a terceira colocada e Jéssica foi a quarta.

 

O regulamento do torneio previa a participação de convidados masculinos, como forma de movimentar ainda mais a disputa. Marcos Diaz, José Claide e Luiz Tiomno aceitaram o convite e compareceram à ALEX para dar uma força ao xadrez feminino. Segundo colocado no cômputo geral (empatado com a campeã em 4 pontos, mas desfavorecido pelo primeiro critério de desempate, o confronto direto), Marcos Diaz decidiu doar o seu prêmio para o projeto FENAC! Obrigado duplamente, Marcos Diaz!!

Marcos Diaz(de branco) doou seu prêmio de melhor convidado ao projeto FENAC. Claide fez três pontos e ficou em quarto no cômputo geral)

 

A partir da valiosa contribuição do novo árbitro Bruno Perez, seguem mais fotos do torneio:

Alice Baruch

 

Tiomno observa o confronto direto que decidiu o torneio

 

Virgínia é um grande nome do xadrez feminino do Rio. Agradecemos pela presença!

Está tudo no Chess-Results!

 

3 Respostas

  1. Alberto Mascarenhas

    Muito legal!!

    Parabéns a todas e todos os participantes!
    E que venham mais ToCs femininos na ALEX!!

  2. Alvaro Frota

    Parabéns à Campeã Larissa Ichimura!

    E parabéns ao Job Rodrigues e Fernando Madeu pela ousadia de organizar um torneio de Xadrez Feminino no Rio de Janeiro!

    E mais parabéns ainda ao Job pela excelente foto-reportagem do torneio!

    Muito boa mesmo! Ao que parece, os dirigentes alexanos herdaram do Presidente anterior a verve do colunismo social!

    Com realizações de qualidade e propaganda o clube se constrói!

    Aquele abraço!

    Álvaro Frota