magnify
Home Torneios Internos A terceira rodada do Torneio Interno da Primavera 2014
formats

A terceira rodada do Torneio Interno da Primavera 2014

Leia o regulamento do torneio
Veja o álbum de fotos do torneio!
Todos os detalhes do torneio no Chess Results

Mais uma rodada foi jogada pelo Torneio Interno da Primavera. A seguir, apresentamos o livro prêmio, alguns instantâneos do evento, os resultados das partidas, a classificação após a terceira rodada e o emparceiramento da quarta rodada.

A dedicatória do livro prêmio!

A dedicatória de Flávio Santoro no exemplar do livro "A Abertura na Prática", prêmio ao Campeão do Torneio Interno da Primavera

A dedicatória de Flávio Patrício Doro no  livro “A Abertura na Prática”:  “Dedico este exemplar ao Campeão do Torneio Interno da Primavera 2014 da ALEX. Meus votos de uma excelente luta!”

O clube de casa cheia!

A ALEX ficou de casa cheia na terceira rodada do Torneio Interno da Primavera.

A ALEX ficou de casa cheia na terceira rodada do Torneio Interno da Primavera.

Tirada de outro ângulo, a foto comprova que a casa estava cheia mesmo!

Tirada de outro ângulo, a foto comprova que a casa estava cheia mesmo!

Sérgio Sundaus e  Paschoal Mendes acompanham a terceira rodada. André Kemper observa o desespero de Marcelo Santos Silva com o xeque mate que iria levar em sua partida.

Sérgio Sundaus (em pé, à direita) e Paschoal Mendes (em pé, ao lado da saída para ocorredor) acompanham a terceira rodada. Também em pé, o competidor André Kemper testemunha o desespero de Marcelo Santos Silva com o xeque mate que ainda iria levar em sua partida: – “Santa Defesa Francesa, Batman! Continuando assim vou acabar levando xeque mate!”

 A luta foi dura nos tabuleiros!

O comandante Carlos Rolim enfrenta o peruano Luís Chauca enquanto o Mestre FIDE Carlos Fonte enfrenta Carlos Mesquita.

O comandante Carlos Rolim enfrenta o peruano Luís Chauca enquanto o Mestre FIDE Carlos Fontes luta contra Carlos Mesquita.

Marcos Diaz e o angolano António Pinheiro enfrentando, respectivamente, Marcela Dias e Irahy Carvalho, ambos de costas

O vascaíno Marcos Diaz e o angolano António Pinheiro enfrentam, respectivamente, Marcela Dias e Irahy Carvalho, ambos de costas

Henrique Mangini e Luiz Alberto da Luz se esforçando em suas partidas

Henrique Mangini e Luiz Alberto da Luz se esforçam em suas partidas

Jorge Silveira observa a partida entre Diógenes Labre e Sérgio Murilo

Jorge Silveira observa a partida entre Diógenes Labre e Sérgio Murilo

Luiz Alberto da Luz enfrenta Fortunato Garcia enquanto Henrique Mangini (de costas) joga contra Luiz Sérgio Tiomno.

Luiz Alberto da Luz enfrenta Fortunato Garcia enquanto Henrique Mangini (de costas) joga contra Luiz Sérgio Tiomno.

And last, but not the least…

O árbitro da prova Antônio Elias e André Kemper fazem a tradicional pose da estátua ao lado da mesa do cafezinho.

O árbitro da prova Antônio Elias e o enxadrista André Kemper fazem a tradicional pose da estátua ao lado da mesa do cafezinho.

Resultados da terceira rodada

Mesa Nome Pts Resultados Pts Nome
1 3 Álvaro Frota 2 1  –  0 2 Marcelo Santos 6
2 7 Juarez Lima 1  –  0 2 Fernando Madeu 10
3 9 Carlos Rolim 0  –  1 José Luís Chauca 2
4 1 Carlos Fontes 1 0  –  1 José Carlos Mesquita 4
5 5 André Kemper 1 1  –  0 1 Jorge Silveira 12
6 13 Diógenes Labre 1 0  –  1 1 Sérgio Murilo 8
7 11 António Pinheiro 1 1  –  0 1 Irahy Carvalho 15
8 14 Marcos Diaz 1 ½  –  ½ 0 Marcela Dias 16
9 20 Henrique Mangini 0 0  –  1 0 Luiz Sérgio Tiomno 17
10 18 Luiz Alberto da Luz 0 ½  –  ½ 0 Fortunato Garcia 19

 

Classificação após a terceira rodada

Classificação   Nome FED Clube Pts CD BM BT NV SB
1 Álvaro Frota BRA ALEX 3 0 4,0 5,0 3 5,00
2 José Luís Chauca PER ALEX 0 4,5 6,0 2 4,75
3 Juarez Lima BRA CMUN 0 4,5 5,5 2 4,25
4 José Carlos Mesquita BRA ALEX 0 3,0 4,0 2 3,25
5 Fernando Madeu BRA TTC 2 0 4,5 5,5 2 3,00
6 Marcelo Santos BRA CRVG 2 0 4,0 4,5 2 1,50
6 Sérgio Murilo BRA CRVG 2 0 4,0 4,5 2 1,50
8 António Pinheiro ANG ALEX 2 0 3,5 4,5 2 2,00
9 André Kemper BRA CMUN 2 0 3,0 4,0 2 2,00
10 Carlos Rolim BRA AABB 0 5,0 5,5 1 1,75
11 Marcos Diaz BRA ALEX 0 3,0 3,5 1 0,75
12 Jorge Silveira BRA ALEX 1 0 5,0 5,5 1 0,50
13 FM Carlos Fontes BRA ALEX 1 0 4,5 5,0 1 0,50
14 Luiz Sérgio Tiomno BRA AABB 1 0 4,5 4,5 1 0,00
15 Diógenes Labre BRA ALEX 1 0 4,0 4,0 1 0,00
15 Irahy Carvalho BRA CMUN 1 0 4,0 4,0 1 0,00
17 Marcela Dias BRA ALEX ½ 0 3,5 4,5 0 0,75
18 Luiz Alberto da Luz BRA Sem Clube ½ 0 3,0 3,5 0 0,25
18 Fortunato Garcia BRA AABB ½ 0 3,0 3,5 0 0,25
20 Henrique Mangini BRA TTC 0 0 2,0 3,0 0 0,00

 

Critérios de desempate:

CD = Confronto direto. Se dois enxadristas estão empatados na classificação, o confronto direto é o resultado da partida entre eles, se esta tiver ocorrido. No caso de mais de dois enxadristas estarem empatados, esse critério de desempate só vale se todos jogaram contra todos, sendo igual ao número de pontos que cada um somou no caso disso ter acontecido.

BM = Buchholz com corte do pior resultado: É a soma dos pontos dos adversários do enxadrista no torneio, com exceção daquele que obteve o pior resultado. Representa a oposição que o enxadrista teve que enfrentar e o corte do pior resultado visa eliminar elementos fortuitos tais como, por exemplo, o enxadrista ter enfrentado alguém que posteriormente abandonou o torneio.

BT = Buchholz total:  É a soma dos pontos dos adversários do enxadrista no torneio. Representa a oposição que o enxadrista teve que enfrentar.

V = Número de vitórias;

SB = Sonneborn-Berger: É a soma dos pontos dos adversários que o enxadrista venceu mais metade dos pontos dos adversários com os quais empatou, não sendo computado os pontos daqueles para os quais ele perdeu.

Performance no torneio

Classificação Classificação inicial Nome Rating Rating Performance
1 3 Álvaro Frota 2035 2691
2 2 José Luís Chauca 2116 2163
3 7 Juarez Lima 1963 2158
4 4 José Carlos Mesquita 2004 2217
5 10 Fernando Madeu 1909 2187
6 6 Marcelo Santos 1989 1923
6 8 Sérgio Murilo 1954 1884
8 11 António Pinheiro 1775 1923
9 5 André Kemper 1996 1887
10 9 Carlos Rolim 1932 1832
11 14 Marcos Diaz 1674 1675
12 12 Jorge Silveira 1731 1729
13 1 Carlos Fontes 2190 1728
14 17 Luiz Sérgio Tiomno 1631 1570
15 13 Diógenes Labre 1713 1638
15 15 Irahy Carvalho 1647 1581
17 16 Marcela Dias 1647 1690
18 18 Luiz Alberto da Luz 1530 1414
18 19 Fortunato Garcia 1375 1439
20 20 Henrique Mangini 1347 864

 

Um modo de se aferir a performance de um enxadrista em um torneio é comparar a classificação deste com a sua classificação inicial, obtida por ordem de rating. Enxadristas cuja classificação seja mais alta que sua classificação inicial estão tendo boa performance, aqueles cuja classificação seja mais baixa que a inicial estão tendo má performance e os que possuem ambas as classificações na mesma faixa de valores estão tendo a performance que seria de se esperar de seu rating.

Outro modo é através do rating performance. Como o próprio nome sugere, este é o rating que o enxadrista deveria ter para não ganhar nem perder rating no torneio. Se o rating performance do enxadrista é maior que seu rating, ele ganhará pontos de rating e o ganho será tão maior quanto maior for a diferença entre seu rating performance e seu rating. A recíproca é verdadeira, de forma que o rating performance é uma medida de quão bem ou quão mal o enxadrista foi no torneio, em relação ao que seria de se esperar de seu rating.

Emparceiramento da quarta rodada

E finalmente, a informação mais procurada:

Mesa Nome Pts Resultados Pts Nome
1 2 José Luís Chauca 3 Álvaro Frota 3
2 4 José Carlos Mesquita Juarez Lima 7
3 6 Marcelo Santos 2 2 André Kemper 5
4 10 Fernando Madeu 2 2 António Pinheiro 11
5 8 Sérgio Murilo 2 Carlos Rolim 9
6 12 Jorge Silveira 1 Marcos Diaz 14
7 15 Irahy Carvalho 1 1 Carlos Fontes 1
8 17 Luiz Sérgio Tiomno 1 1 Diógenes Labre 13
9 19 Fortunato Garcia ½ ½ Marcela Dias 16
10 20 Henrique Mangini 0 ½ Luiz Alberto da Luz 18
 

3 Respostas

  1. Alvaro Frota

    Deixe sua mensagem aos participantes do torneio!

    • Domingos Sávio Perego

      Pô Álvaro vc tá infernal hein… 3 em 3 !

      • Alvaro Frota

        Grande Perego!

        É uma honra tê-lo por aqui!

        Depois de meu desempenho de 1 ponto em 10 rodadas pela equipe 2 da ALEX no Interclubes Blitz (5 minutos KO), só o que posso dizer é que todo capivara tem seus dias de mestre!

        Minha torcida é que tais dias durem pelo menos até o final deste torneio!

        Aquele abraço!